As duas Coreias, do sul e do norte, iniciam remoção de minas terrestres nas áreas fronteiriças

By on 6 de Octubre de 2018 0 118 Views

A Coreia do Sul e a República Popular Democrática da Coreia (RPDC) iniciaram na segunda-feira a remoção de minas terrestres nas áreas de fronteira como parte dos esforços para implementar o acordo militar intercoreano, informou a mídia local, de acordo com o Ministério da Defesa de Seul.
As forças armadas das duas Coreias começaram a remover as minas terrestres na Área de Segurança Conjunta (JSA, na sigla em inglês) dentro da Zona Desmilitarizada (DMZ, na sigla em inglês), que deixou a Península Coreana dividida desde o fim da Guerra da Coreia (1950-53) que terminou em armistício.
Os dois lados concordaram em desarmar a JSA sob o acordo militar, que foi assinado pelos chefes de defesa durante a cúpula de Pyongyang em setembro entre o presidente sul-coreano Moon Jae-in e o líder da Coreia do Norte, Kim Jong Un.
Os trabalhos de remoção durariam 20 dias. As duas Coreias e o Comando das Nações Unidas, que supervisionam as atividades na DMZ, supostamente lançariam consultas sobre como operar tropas na JSA após o desarmamento.
As tropas na JSA foram proibidas de atravessar a linha de demarcação militar (MDL, na sigla em inglês) desde o incidente de 1976, no qual soldados da RPDC apedrejaram dois soldados dos EUA. Antes do incidente, as tropas puderam se mover livremente dentro da JSA.
Os militares das duas Coreias também lançaram os trabalhos de remoção de minas terrestres nas áreas de fronteira leste em Cheorwon, na província de Gangwon, para se preparar para a escavação conjunta dos restos mortais da Guerra da Coreia.
As obras de remoção de minas terrestres devem durar 60 dias. A escavação conjunta deve começar em abril do próximo ano.

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: