Bayern de Munique conquista o sexto título de Liga dos Campeões da sua história

By on 23 de Agosto de 2020 0 284 Views

Bayern de Munique é o campeão da Liga dos Campeões após vencer o Paris Saint-Germain por 1 a 0 no Estádio da Luz. Coman foi o autor do gol do título após receber um lindo cruzamento de Kimmich em um jogo marcado pelo nervosismo, grandes defesas de Neuer e a consagração do 6º título da equipe alemã em sua história.

Os primeiros 45 minutos ficaram marcados, não por um nervoso “miudinho” do Bayern Munique, mas alguma pressa em tentar resolver o jogo o mais cedo possível. Alguns passes e remates com falta de eficácia pouco vista nos jogadores dos novos octacampeões da Bundesliga. No entanto, ao minuto 43, Jérôme Boateng fez um passe por alto, que apanhou as costas da defesa do Bremen completamente desprotegidas. Quem é que lá estava? Robert Lewandowski. O avançado polaco dominou e de pé direito, bateu o guarda-redes Jiri Pavlenka. 31º golo de Lewandowski na Bundesliga, em 29 jogos, 46 golos em jogos oficiais esta época.

Apesar da marcação alta e da pressão no início da partida, o PSG foi o time que teve as melhores oportunidades na partida. Neymar teve a primeira grande chance ao receber passe de Mbappé, mas parou em grande defesa de Neuer. A resposta do Bayern veio no ataque seguinte quando Lewandowski recebeu a bola dentro da área, girou, chutou mascado e só não abriu o marcador porque a bola bateu na trave de forma suave.

Kingsley Coman conseguiu abrir o placar em um segundo tempo que começou com muito tumulto, confusão e cartões amarelos. Mas aos 14 minutos, após cruzamento perfeito de Kimmich, o francês, livre de marcação, empurrou de cabeça para o fundo das redes sem chances para Navas. O camisa 29 teve outra oportunidade em jogada parecida, mas Thiago Silva foi responsável por cortar a finalização.

A pesar do placar adverso, o PSG não desistiu de buscar o seu primeiro título de Champions. Aos 24 minutos da segunda etapa, Marquinhos, autor de gols nos jogos contra a Atalanta e RB Leipzig, recebey bola de Di María, mas parou em Neuer. Neymar, que esteve apagado em grande parte do confronto, também tentou finalizar e quase empatou o placar no final da partida.

A equipe francesa deve seguir buscando escrever sua história no principal torneio europeu, mas a festa deste ano é bávara.

Deixe uma resposta

A %d blogueros les gusta esto: