Brasil ganha da Venezuela na estreia da CONMEBOL Copa América

By on 14 de Junio de 2021 0 293 Views

O anfitrião, Brasil, favorito para ganhar o torneio pela segunda vez consecutiva em casa, abriu o placar contra a Venezuela, aos 23 minutos de jogo, através de Marquinhos. Neymar ampliou com um pênalti aos 64′ e Gabigol fechou a conta no final (89).
Os pupilos do técnico Tite impuseram as condições do encontro desde o apito inicial do árbitro uruguaio Esteban Ostojich no estádio Nacional Mané Garrincha da capital brasileira.
Richarlison, em duas oportunidades, e Éder Militão inquietaram o goleiro Joel Graterol nos primeiros dez minutos, pressagiando o domínio local que se manteve durante a partida inteira.
Neymar e Danilo antecederam o primeiro gol com jogadas de perigo.
O placar foi aberto aos 23 minutos com a canhota de Marquinhos numa finalização após um escanteio cobrado por Neymar, seu companheiro no Paris Saint Germain francês.
Brasil terminou o primeiro tempo com uma mínima vantagem, que contrastou com as oportunidades claras que teve: dois gols anulados de Richarlison e um disparo de Neymar na trave.
No segundo tempo as coisas não mudaram e Neymar, Richarlison e Gabriel Jesus voltaram a pressionar.
No minuto 61, Danilo superou Luis Del Pino Mago e foi derrubado imediatamente por Yohan Cumaná. O pênalti sancionado por Ostojich foi cobrado impecavelmente por Neymar, dois minutos depois.
O terceiro gol foi marcado por Gabigol aos 88′, após uma combinação de Neymar e Alex Sandro e o artilheiro do Flamengo definiu com um chute cruzado sobre Graterol.
Na próxima jornada, quinta-feira, Brasil e Peru duelarão no Rio de Janeiro (sudeste) e Venezuela jogará contra Colômbia em Goiânia (centro).

FICHA TECNICA
BRASIL Alisson; Danilo, Éder Militão, Marquinhos, Renan Lodi (m.46, Alex Sandro); Casemiro, Fred (m.84, Fabinho), Lucas Paquetá (m.46, Éverton Ribeiro), Neymar; Richarlison (m.64, Gabriel Barbosa “Gabigol”) e Gabriel Jesus (m.84, Vinícius Júnior).
VENEZUELA Joel Graterol; Francisco La Mantía, Luis Del Pino Mago, Adrián Martínez, Yohan Cumaná; Júnior Moreno, Bernaldo Manzano (m.75, Richard Celis), Alexánder González (m.90, Ronald Hernández), Cristian Cásseres Jr. (m.83, Edson Castillo); José Martínez e Fernando Aristeguieta (m.76, Sergio Córdova).
ARBITRO: Esteban Ostojich (Uruguai). Admoestou os brasileiros Renan Lodi (m.38) e Gabriel Barbosa “Gabigol” (m.65) e os venezuelanos Manzano (m.68) e Del Pino Mago (m.79).

  Esporte

Deixe uma resposta

A %d blogueros les gusta esto: