Final da Libertadores River e Boca na Espanha. “Representa, o fracasso estrutural do futebol argentino”

By on 1 de Diciembre de 2018 0 199 Views

Para o jornal argentino La Nación a polêmica realização do jogo entre River e Boca na Espanha. “Representa, de alguma forma, o fracasso estrutural do nosso futebol, incapaz de organizar a melhor final da história da Libertadores”, escreve nesta sexta-feira
Para o jornal Clarín, que lembra que o jogo acontecerá “na casa do genial Alfredo Di Stefano, que foi revelado nas categorias de base do River e foi técnico tanto deste clube quanto do Boca”, é uma decisão “controvertida”. “A Copa Libertadores será entregue pela primeira vez fora do território sul-americano em 58 anos. Justo na Espanha. O que diriam San Martín e Bolívar? Se transformará por um momento na Libertadores da Europa”, diz o jornal.
“Nos roubaram a Copa”, é o título de uma coluna do jornal esportivo Ole. “A final em Madri é um chute na alma de todos os torcedores de futebol da Argentina. A 10.000 quilômetros de distância, o River x Boca é uma tentativa pouco feliz de transformar o superclássico em um evento da Champions League.” O jornal fez uma pesquisa e 76% dos participantes desaprovam que o jogo seja levado para a Espanha.
A prefeita de Madri, Manuela Carmena, congratulou-se pelo fato de a Conmebol ter escolhido o estádio madrilenho. “Estamos orgulhosos de pensar que esta cidade foi escolhida por ser segura e por ser uma cidade tão acolhedora”, disse Carmena na sexta-feira em uma entrevista à rádio Cadena Ser, em que acrescentou que a capital espanhola “sabe garantir a segurança”.
Os argentinos residentes na Espanha, cerca de 250.000, receberam a notícia com furor. “Não podemos acreditar, ninguém esperava isso. Devemos olhar pelo lado positivo, teremos o Boca aqui”, explica Elías Sánchez, vice-presidente da Pasíón Xeneize, torcida do Boca Juniors em Barcelona. “Pelo menos, agora, vamos poder ver a final. Nós a temos perto”, acrescenta Marcelo ex-presidente, da torcida do River na capital catalã. Na Espanha, os dois gigantes da Argentina têm nove torcidas. O Boca tem cinco (em Barcelona, Andorra, Valência, Madri e Mallorca) e o River quatro (Barcelona, Madri, Valência e Málaga).

Deixe uma resposta

A %d blogueros les gusta esto: