Irmãos idosos, é bom saber isto…

By on 2 de Mayo de 2019 0 125 Views

Escreve: Dom Fernando “O GUARDIÃO” *

É BOM SABER… 
PENSÃO ALIMENTÍCIA – Os artigos 11 e 12 do ESTATUTO DO IDOSO estabelecem que cabe ao idoso, em situação de vulnerabilidade financeira, solicitar pensão alimentícia aos membros de sua família para suprir suas necessidades básicas, respeitando as condições financeiras de seus parentes.
Os familiares responsáveis por esse benefício são pais, filhos, netos e cônjuges. Se a pessoa idosa não possuir nenhum desses parentes, poderá pedir alimentos para seus irmãos, tios e sobrinhos. Para iniciar uma ação de pensão alimentícia gratuita, o idoso deve dirigir-se DEFENSORIA PÚBLICA de sua cidade e comprovar que recebe renda mensal inferior a três salários mínimos.

VIOLÊNCIA CONTRA PESSOA IDOSA

FÍSICA – Uso de força para compelir o idoso a fazer o que não deseja, para feri-lo, provocar dor incapacidade ou morte.
PSICOLÓGICA – Agressões verbais ou gestuais procurando aterrorizar, humilhar, restringir sua liberdade ou isolar do convívio.
ABUSO FINANCEIRO – Exploração imprópria ou uso não consentido de recursos patrimoniais.
NEGLIGENCIA – É a recusa ou omissão de cuidados devidos a pessoa idosa por parte de familiares, responsáveis ou instituições.
ABANDONO – Ausência ou abandono dos responsáveis governamentais, institucionais e familiares.

Como combater a violência contra a pessoa idosa?

O Estatuto do Idoso define diferentes penalidades as pessoas que violam o direito ao envelhecimento dos cidadãos acima de 60 anos. Por isso é importante que o idoso esteja sempre atento, e mesmo que se sinta fragilizado frente a qualquer tipo de violencia, é fundamental que faça a DENÚNCIA.

VAMOS FAZER VALER OS NOSSOS DIREITOS

ARTIGO 41. É ASSEGURADA A RESERVA, PARA IDOSOS, NOS TERMOS DA LEI LOCAL, DE 5% ( CINCO POR CENTO) DAS VAGAS NOS ESTACIONAMENTOS PÚBLICOS E PRIVADOS, AS QUAIS DEVERÃO SER POSICIONADAS DE FORMA A GARANTIR A MELHOR COMODIDADE AO IDOSO.
ALÔ, ALÔ DIRETORIA DE TRÂNSITO DE TORRES ESTE ARTIGO É CUMPRIDO?

Depoimento Pessoal

Até bem pouco tempo tinha certeza absoluta que era pai somente de três filhos. De repente, aqui em Torres, surgiram diversas pessoas se dizendo meus filhos. Por enquanto são quatro, cada um com sua história contada pelas respectivas mães. E o mais incrível é que os quatro praticamente com a mesma idade.
Um detalhe: Nenhum com olhos azuis, o que me deixa bastante desconfiado. Desconfiado da veracidade destas paternidades. Talvez estejam interessados numa herança que não existe, ou então por simplesmente gostarem de mim. A eles e aos legítimos faço alguns pedidos num momento em que ainda tenho consciência de todos meus atos e desejos. Se eu começar a andar com alguma dificuldade, dando a entender que a qualquer momento eu possa até cair, peguem-me pela mão, como muitas vezes eu fiz com vocês, principalmente ao atravessar uma rua. Se eu tiver dificuldade até para me alimentar devido as mãos trêmulas, me dêem de comer como muitas vezes eu fiz com vocês quando eram pequenos. Se eu tiver com muita dependência física, levem-me para passar o dia em uma clínica geriátrica indo me buscar, como eu fiz quando você s estudavam. Lá certamente vai ter uma cuidadora de idosos que me dará toda assistência necessária, talvez até trocando algumas fraldas caso haja necessidade. Bom ai eu confesso eu era muito desajeitado e nunca troquei uma fralda em vocês. Mas o fundamental é que jamais deixem de dizer, que me amam e nunca deixar de me dar um abraço e um beijo. Aliás, o que eu sempre fiz. Estou certo que muitos pais gostariam de assinar este depoimento.
  Até a próxima semana

*Luiz Fernando Sanzi
Jornalista – Advogado

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: