Jornalista Flavio Pereira identifica cerceamento da liberdade de expressão da direita no Brasil

By on 9 de Noviembre de 2021 0 210 Views

 

Roberto Revoredo Castro

“O presidente Jair Bolsonaro e seus apoiadores enfrentarão em 2022 uma guerra de narrativas tentando descontextualizar a direita. E essa guerra já vem sendo proposta pela esquerda, com respaldo inclusive em setores do judiciário e da imprensa”, afirmou o jornalista Flavio Pereira, ao apresentar para integrantes do NPB, Movimento Nova Politica em Porto Alegre, uma análise de possíveis cenários da politica nacional e regional.
O presidente do NPB, Jorge Alberto Hias, destacou na abertura do encontro, realizado no tradicional restaurante Chalé da Praça XV de Novembro em Porto Alegre, (capital do Rio Grande do Sul), que este foi mais um encontro do movimento, destinado a debater propostas para o processo eleitoral em 2022.
Durante a sua apresentação, Flavio Pereira mostrou que há hoje no Brasil, um evidente movimento buscando cercear os movimentos do presidente Jair Bolsonaro e de seus apoiadores nas mídias sociais. “A prisão de ativistas em redes sociais, e mesmo de parlamentares por crime de opinião, tem criado um cenário de insegurança jurídica no tocante à liberdade de expressão no país”, assinalou. Contribui para isso, explicou, “o ativismo judicial que se soma a partidos de esquerda,e dá ao STF a impressão talvez equivocada, de que a Suprema Corte do Brasil tornou-se um puxadinho dos partidos de oposição ao presidente Bolsonaro”.
Participaram do encontro deputados, vereadores, secretários de governo, e lideranças de Porto Alegre e do interior do estado.

Deixe uma resposta

Open chat
A %d blogueros les gusta esto: