Porta-voz: prioridade continua nas medidas preventivas para reduzir o contágio do coronavírus

By on 18 de Marzo de 2020 0 117 Views

Nesta terça-feira (17), o porta-voz da Presidência da República, Otávio Rêgo Barros, falou a jornalistas sobre os resultados da reunião do Comitê de Crise para Supervisão e Monitoramento dos Impactos da Covid-19. O encontro foi presencial, mas, a partir desta quarta-feira (18), será realizado por videoconferência, visando preservar a capacidade laboral de todos os conselheiros.
Os trabalhos foram conduzidos pela Casa Civil, que convocou o corpo técnico dos ministério do Decreto 10.277. Outros órgãos serão convidados a participar. “O foco do governo é em dar rápida resposta aos problemas decorrentes da pandemia do coronavírus”, destacou Rêgo Barros.
A reuniões serão diárias, por comunicação digital, às 10h. Ao término das conferências, o porta-voz da Presidência da República fará o comunicado e atualização das informações para a sociedade sobre as ações e decisões do Governo Federal. “O momento exige calma da população e muito cuidado para evitar o contágio. Juntos somos mais fortes”, concluiu Rêgo Barros

MINISTÉRIO DA SAÚDE
– Aquisição de mais kits de laboratório.
– Aquisição de equipamentos para melhorar a produtividade dos exames.
– Aumento de recursos financeiros, conforme os planos de contingências dos estados. Esse dinheiro vai aumentar leitos nos hospitais.
– Chamamento público de médicos para fortalecer a rede básica. São mais de 5 mil médicos.

MINISTÉRIO DAS RELAÇÕES EXTERIORES
– Acompanhamento da situação no mundo inteiro, em especial os brasileiros residentes no exterior. Ontem (16), em reunião do Fórum para o Progresso e Desenvolvimento da América do Sul (Prosul), o Governo do Brasil promoveu o estreitamento regional visando a troca de informações entre governos.

ANAC
– Acompanhamento da situação aérea e os direitos do consumidor.

JUSTIÇA E SEGURANÇA PÚBLICA
– Parcerias com o Ministério da Saúde para medidas sanitárias e vacinação em massa junto à população carcerária.
– Preparação de portaria interministerial sobre a internação compulsória.

EDUCAÇÃO
– Acompanhamento de situação de crianças que dependem de refeições escolares.

ECONOMIA
– Anúncio do pacote econômico de quase 150 bilhões na economia do país nos próximos três meses, com foco na população mais vulnerável, na geração de empregos e no combate à pandemia.
– Publicada IN 21/2020 que visa dar segurança aos servidores públicos sem prejudicar suas atividades.
– Instituído grupo interno para monitorar setores da economia.

AGRICULTURA
– Acompanhamento preventivo do reabastecimento.

CIDADANIA E DIREITOS HUMANOS
– Acompanhamento da situação de vulnerabilidades sociais.

ANATEL
– Ações junto às operadoras para garantir a interconectividade da população, preservando os fluxos de trabalho, lazer e outros.
– Ações para garantir a ampliação das redes pelo teletrabalho.

ANVISA
– Fiscalização focada em portos e aeroportos.
– Monitoramento da importação de produtos utilizados no combate à contaminação de coronavírus
Com informações do DOU e do Ministério da Economia.

Deixe uma resposta

A %d blogueros les gusta esto: