Presidente dos EUA, anunciou ter acordado com os líderes do G7, um pacote “devastador” de sanções à Rússia.

By on 24 de Febrero de 2022 0 202 Views

EUA, Reino Unido e outros países do G7 (Alemanha, Canadá, França, Itália e Japão) agravam sanções à Rússia, tentando limitar capacidade económica do regime de Putin. Líder russo não é, porém, um alvo direto dessas medidas.
Horas depois de a Ucrânia ter começado a ser atacada pelos russos, a presidente da Comissão Europeia, a alemã Ursula von der Leyen, prometia que as novas sanções seriam “pesadas”.
“Enfraqueceremos a base económica da Rússia e a sua capacidade de modernização e, além disso, iremos congelar os ativos russos na UE e impedir o acesso dos bancos russos aos mercados financeiros europeus” visando, à semelhança do primeiro pacote de sanções, “afetar os interesses do Kremlin e a sua capacidade de financiar a guerra”, explicou. Von der Leyen acrescentou que as novas medidas restritivas, que surgem menos de um dia após o aval formal a uma lista de 27 entidades e indivíduos a atingir com sanções, entre os quais o ministro da Defesa russo, visariam “setores estratégicos da economia russa, bloqueando o acesso a tecnologias e mercados fundamentais para a Rússia”.
Esta quinta-feira o Presidente dos EUA, Joe Biden, anunciou em conferência de imprensa ter acordado com os líderes do G7, numa reunião virtual, um novo pacote “devastador” de sanções à Rússia. Uma medidas anunciadas visa impedir os russos de negociarem em dólares, libras, euros e ienes.
Ao mesmo tempo, congelam-se ativos de bancos russos nos EUA num valor calculado em 900 mil milhões de euros, limitando-se também para metade as importações russas de alta tecnologia.
á o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, anunciou que vai proibir a companhia aérea russa Aeroflot no Reino Unido e congelar os ativos do banco VTB, num novo pacote sanções. Numa declaração no Parlamento, Johnson disse que as novas sanções vão “excluir totalmente os bancos russos do sistema financeiro britânico”, impedindo que os pagamentos passem pelo Reino Unido.
As medidas vão ser tomadas em conjunto com os EUA, tencionando também o Governo britânico proibir empresas estatais e privadas russas de angariar financiamento ou comercializar títulos no Reino Unido e limitar o valor monetário que pode ser depositado em contas bancárias no Reino Unido.

AS SANÇÕES JÁ IMPOSTAS
União Europeia Os 27 decidiram na terça-feira, por unanimidade, impor sanções diretas aos 351 políticos que votaram pelo reconhecimento de duas regiões separatistas na Ucrânia: Donetsk e Lugansk. Outros 27 indivíduos (e entidades) foram também abrangidos. Estas sanções consistem no essencial em congelamento de bens e interdições de viagem. Estava a ser ponderado impedir Moscovo de aceder aos mercados financeiros e de capitais da UE.
Alemanha Berlim decidiu congelar a certificação do Nord Stream 2, o gasoduto que ligaria a Rússia à Alemanha através do mar Báltico. O NS2 está pronto desde o verão passado mas a ausência de certificação alemã tem impedido que entre em funcionamento. Os EUA têm criticado o NS2 por reforçar a dependência energética europeia face à Rússia.
Reino Unido Londres já tinha anunciado sanções contra cinco bancos russos (Rossiya, IS, General Bank, Promsvyazbank e Black Sea Bank) e ontem acrescentou o VTB. Os bancos russos serão “totalmente excluídos” do sistema financeiro britânico, disse Boris Johnson. A Aeroflot será proibida de operar no Reino Unido.
EUA Washington sancionou dois bancos estatais russos, o VEB e o Promsvyazbank, e ontem mais outros quatro ficaram com os seus ativos nos EUA congelados. As sanções visam também limitar a metade o acesso russo a tecnologias de ponta. Com o G7, os EUA querem impedir a Rússia de investir em euros, dólares, yens e libras.
Japão e Austrália Os dois países anunciaram a imposição de penalidades severas a indivíduos ligados à agressão contra a Ucrânia. As sanções nipónicas incluem a proibição da emissão de títulos russos no Japão e o congelamento dos ativos de certos indivíduos russos.

Deixe uma resposta

A %d blogueros les gusta esto: