Produtores rurais brasileiros expressaram confiança e segurança para entrar no mercado chinês

By on 19 de Abril de 2019 0 86 Views

Convidados pela COFCO INTL, quinze produtores rurais brasileiros vieram para a China visitar o país. Eles expressaram confiança e segurança no mercado chinês e de que os consumidores locais verão no dia-a-dia mais produtos agrícolas do Brasil no futuro.
Eduarto Zorzi é produtor rural no Mato Grosso e atual presidente da Coacen, a maior cooperativa agro do Mato Grosso, que produz principalmente soja e milho com seus 53 grupos familiares. Esta é a primeira vez que ele visita a China desde que começou a cooperar com a COFCO INTL.
“Eu não tinha noção do tamanho da China e da organização dos chineses. No Brasil a gente apenas vê e ouve, mas pisar na terra chinesa muda toda a percepção da pessoa. Eu estou realmente muito impressionado e emocionado pelo desenvolvimento e pela construção da China”, disse Eduarto.
Após visitar o Instituto de Pesquisa de Nutrição e Saúde da COFCO, Eduarto disse ter muita segurança para vender seus produtos à China depois de ter visto essa tecnologia avançada e tanta inovação nos laboratórios.
José Carlos Dolphine, também produtor rural do Mato Grosso, está em sua segunda visita à China. “Conheci a China em 2005, Beijing era uma cidade simples com muitas bicicletas na rua. Mas agora já está totalmente diferente, coisas mais movimentadas e modernas”, disse ele à Xinhua.
Segundo José, essa viagem visa estreitar o relacionamento com a COFCO e buscar mais negócios no setor de grãos e fertilizantes.
De acordo com um relatório divulgado no início deste ano pelo Ministério da Agricultura do Brasil, o volume de exportações de produtos agrícolas de 2018 atingiu US$ 101,69 bilhões, uma alta de 5,9% em relação a 2017, com a China sendo o maior destino das exportações. Além disso, o Brasil se tornou a fonte principal de importação de soja da China no mesmo ano.
O atual presidente executivo da COFCO INTL, Chi Jingtao, disse que a COFCO quer que os produtores rurais brasileiros vejam com seus próprios olhos como a sua produção se transforma depois de chegar no país para servir aos consumidores chineses. Ele também expressou o desejo de ampliar a cooperação com seu parceiro brasileiro.
Fernando Cotrin, superintendente comercial responsável pela região do Mato Grosso da COFCO INTL, acompanhou toda essa viagem. Ele disse à Xinhua: “Não tenho dúvidas que vamos replicar o que vimos aqui para quase 1.500 produtores do Mato Grosso. Temos muito o que fazer e acredito que vamos dar passos mais largos na cooperação entre nós.”

Deixe uma resposta

%d bloggers like this: