Suécia e Itália disputam no Comitê Olímpico Internacional a sede dos Jogos Olímpicos de Inverno de 2026.

By on 24 de Junio de 2019 0 122 Views

Delegações da Suécia e da Itália se encontraram com o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, neste domingo para mostrar ao mundo que estão prontos para a disputa final para sediar os Jogos Olímpicos de Inverno de 2026.
A oferta de Estocolmo/Are da Suécia enfrenta o Milan/Cortina d’Ampezzo, da Itália, na corrida para sediar os Jogos de Inverno de 2026.
Apenas um dia antes de o COI decidir quem sediará os jogos, as duas delegações visitaram o COI em seu museu.
O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Lofven, disse que a Suécia está “pronta para sediar as Olimpíadas de Inverno”.
“Acabamos de ter uma boa reunião com o presidente Bach e membros do COI. A Suécia está pronta para sediar os Jogos de Inverno em 2026 e o governo sueco apoia totalmente isso. Estamos ansiosos para cumprir a nova norma”, disse Lofven.
O saltador sueco, Stefan Holm, campeão olímpico de 2004 em Atenas e agora membro do COI, acrescentou: “A Suécia tem uma política e economia estável. Nunca fomos anfitriões dos Jogos de Inverno. Somos apaixonados por esportes, especialmente em esportes de inverno. Espero que seja a nossa vez desta vez.”
O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, também estará presente em Lausanne na segunda-feira. Na ausência de Conte no domingo, a delegação italiana foi liderada por Giovanni Malago, presidente do Comitê Olímpico Italiano.
“Para mim é uma oferta fantástica. É uma oportunidade única em relação à nova norma e à Agenda 2020. O Milan representa não só para mim, mas para o resto da Europa a melhor cidade da Europa e talvez do mundo”, disse Malago.
A Itália já sediou as Olimpíadas de Inverno em 1956 em Cortina d’Ampezzo e em 2006 em Turim. Mas a Suécia só recebeu as Olimpíadas de Verão em 1912, em Estocolmo.

Deixe uma resposta

A %d blogueros les gusta esto: